Header Ads

EXERCÍCIO FÍSICO NÃO EMAGRECE - DR. JASON FUNG EXPLICA

A Dieta faz todo o trabalho, e merece toda a atenção. Concentrar a atenção no exercício simplesmente nos distrai. 


Na visão convencional para emagrecimento, dieta e exercício são comumente prescritos em tratamentos para a obesidade como se esses dois itens fossem igualmente importantes. 

DIETA  50% 
EXERCÍCIO  50%. 



Um cálculo simples ilustrará a falha nesse pensamento.



GASTO CALÓRICO basal é estimado em cerca de 25-40 calorias por kg, em repouso (deitado na cama durante todo o dia). Assim, para uma pessoa de 65 kgs, as necessidades calóricas diárias ESTIMADAS são 2200 - 2500 calorias por dia.



Se agora começarmos a nos exercitar andando a um ritmo moderado (4km / hora) por 45 minutos todos os dias, você iria queimar cerca de 104 calorias. Em outras palavras, que nem sequer consumir 4% do seu gasto calórico basal. E isso é assumindo que você faça todos os dias. Se você se exercitar a um ritmo mais intenso, isso pode aumentar o gasto calórico.
Mas quanto? 6% no máximo 8% do seu gasto calórico diário!!

O fato imutável é que a grande maioria (96%) da ingestão calórica é usada para aquecer o corpo e outras tarefas metabólicas (manter o batimento cardíaco, respiração, digestão, função cerebral, função hepática e renal, etc.) .

Assim dieta e exercício não são 50/50, Tipo Dieta é Batman e exercício é Robin. 

A Dieta faz todo o trabalho, e merece toda a atenção. Concentrar demasiada atenção no exercício simplesmente nos distrai. 


NÃO COMETA NENHUM ERRO - o exercício é bom para você. Há muitos benefícios ao praticar exercício regular. Perda de peso, porém, não é um dos benefícios.

Exercício resulta em melhor tônus ​​muscular, aumento da sensibilidade à insulina dos músculos, aumento da força e aumento da densidade óssea. Então, eu não estou sugerindo que você não deve exercer. 
VOCÊ DEVE PRATICAR EXERCÍCIOS REGULARMENTE. Só não espere perder peso.



Atividade física e o Gasto de energia de 1980

Precisamos concentrar nossa atenção na porção de 95% da equação. Isso significa que, embora o exercício é importante para a saúde geral, quando estamos falando de perda de peso e diabetes, precisamos nos concentrar na parte da dieta.

95% da perda de peso é dieta e 5% é exercício. 

Embora o exercício seja importante, não é igualmente importante. Assim, para perda de peso, temos de nos concentrar na dieta. Se você decidir, no entanto, para passar 10 horas por dia fazendo exercício - aí é uma história diferente.

E essa idéia de que somos muito mais preguiçosos do que costumávamos ser. Que agora ficamos sentados quase o dia todo  e é por isso que temos gordura. 

Vejamos este artigo intitulado "Gasto de energia com atividade física não diminuiu desde a década de 1980 e corresponde a gastos de energia de mamíferos selvagens" 

Despesa energética homem vs mamíferos selvagens

O gasto energético da atividade física foi medido numa população do norte da Europa. Os valores foram calculados a partir da década de 1980 (antes da epidemia de obesidade entrou em pleno andamento) para meados de 2000. Os resultados estão no gráfico abaixo (Gasto Energético).



A atividade física não diminuiu desde a década de 1980, mas na verdade aumentou. Eles calcularam o gasto de energia previsto para um mamífero selvagem que é predominantemente baseado na massa corporal e temperatura ambiente.

Comparado aos mamíferos selvagens, o homo obesicus 2013 não é menos fisicamente ativo do que seus primos mamíferos selvagens   tais como o puma, a raposa. 

    "Conclusão: Como a prática de atividade física não diminuiu durante o mesmo período que as taxas de obesidade aumentaram dramaticamente, e o gasto de energia diário do homem moderno está equiparado com o gasto de energia em mamíferos selvagens, é improvável que a diminuição do gasto energético  causou a epidemia de obesidade. 

No entanto, com a evidência ao contrário em toda parte, autoridades nutricionais, tão obstinados como uma tartaruga atravessando uma estrada, continuam a nos dizer para fazer exercício como a chave para a perda de peso.

Podemos ver que para a maioria dos estudos que durou mais de 25 semanas, a perda de peso foi de apenas 30% do esperado. Este estudo considerou "alterações no peso, circunferência da cintura e resposta compensatória com diferentes doses de exercício" mostrou o mesmo resultado.

Se examinarmos um estudo mais recente randomizado "exercício aeróbio sozinho resulta em perda de peso clinicamente significativa", ainda podemos manter alguma esperança para o exercício como um método de perda de peso. Os pacientes foram aleatoriamente designados para exercício (600 calorias / sessão, 5 dias / semana) ou não mais de 10 meses. Aqueles que exercitaram perderam um extra 10 libras. Aha! Prova de que o exercício é eficaz para perda de peso!

Mas calcular a perda calórica. 600 calorias / sessão vezes 5 dias / semana vezes 10 meses dividido por 3600 calorias / libra é .... 35 libras esperado perda de peso. Em outras palavras - exatamente como o outro estudo mostrou, perda de peso é apenas cerca de 1/3 tão eficaz como você poderia esperar.

Traduzido e adaptado por Flávia Trajano


Edição de Imagens: Flávia Trajano

Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS
Fonte: Dr Jason Fung

Artigo original (AQUI)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.